+55 (41) 9983-1657 contato@cplantar.com
Como Plantar

Verduras – Conheça os tipos de Alface

Posted On 03 set 2015
By :
Comment: Off
Tag:

Alface (Lactuca sativa) é uma hortense anual ou bienal, utilizada na alimentação humana desde cerca de 500 a.C. Originária do Leste do Mediterrâneo, é mundialmente cultivada para o consumo em saladas, com inúmeras variedades de folhas, cores, formas, tamanhos e texturas.

O cultivo hidropônico, no Brasil, teve um considerável aumento. Cultivo este que geralmente é feito em casas de vegetaçãode plásticos ou telados. Os valores nutricionais dos diversos tipos são bastante parecidos.

[É uma verdura cultivada em todo o mundo, que conquistou seu lugar garantido nas mais variadas saladas e receitas. Tamanha popularidade não inibiu o fato de que, muitas vezes, é chamada de “sem graça” ou “dispensável”. O que acontece é que, apesar de já ser muito conhecida, a maioria das pessoas que a consomem não tem conhecimento sobre as propriedades e os benefícios  desta verdura.

Conheça agora os tipos existentes e as principais diferenças:

alface crespa

Alface Crespa: rica em fibras, ajuda na digestão e no bom funcionamento do intestino, além de apresentar pequenos teores de minerais como cálcio e fósforo.

 

 

 

alface roxaAlface Roxa: contém mais antocianina que as alfaces comuns e um teor também maior de antioxidantes, substâncias que ajudam no combate ao envelhecimento.

 

 

alface lisaAlface Lisa: é a mais consumida, com folhas soltas, macias e de sabor suave.

 

 

 

alface-mimosaAlface Mimosa: possui folhas com a borda bastante entrecortada, parecendo dedos de uma mão; está entre as alfaces mais delicadas.

 

 

 

Alface Romana: possui folhas verde-escuras, longas e crespas que formam uma cabeça de folhas soltas. É utilizada em saladas como a salada Ceasar e lanches.

 

 

 

Alface Americana: possui cabeça compacta. Seu valor nutritivo é inferior ao de outras variedades de alfaces e folhas. Bastante usada em lanches.

 

 

Os Benefícios do consumo do Alface:

Protege as células Neuronais: Os neurônios são as células do cérebro que formam conexões físicas para fazer a memória. A morte dos neurónios em particular com ligações ou circuitos podem provocar a perda de memória. Em alguns casos extremos, à morte neuronal significativa pode resultar no aparecimento de doenças tais como a doença de Alzheimer. Os extratos de alface mostraram considerável controle da morte celular neuronal, devido ao seu papel na privação de glicose / soro (GSD). A pesquisa também mencionado que a alface tem o potencial para ser usada na proteção do neuro como uma solução comum para as doenças neurodegenerativas.

Reduz os Níveis de Colesterol: A Alface pode ser benéfica na redução dos níveis de colesterol, que muitas vezes levam a doenças cardiovasculares e outras condições perigosas. Níveis elevados de colesterol, principalmente o LDL ou colesterol ruim, são prejudiciais e podem causar ataques cardíacos e derrames. Um estudo foi realizado em ratos para testar o impacto do consumo da alface em gordura e colesterol. Os resultados indicaram uma redução significativa dos níveis de colesterol em comparação com os ratos que não foram alimentados com alface. alface-americanaalface romanaA peroxidação lipídica foi observada na maioria dos casos, o que foi concluído ser responsável por uma importante forma de controle do colesterol.

Profile photo of master
Sobre o Autor

Comentários no Facebook