+55 (41) 9983-1657 contato@cplantar.com
Como Plantar

Como Plantar Antúrios

como-plantar-anturios

Uma das flores de corte mais procuradas para cultivo é o antúrio (Anthurium andraeanum, a espécie mais comum). Planta perene e com excelente grau de rusticidade após a fixação do plantio – um ano em média – , a flor é especialmente apreciada por proprietários de apartamentos e casas com pouco ou nenhum espaço hábil para a prática da jardinagem. O antúrio foi vítima dos modismos da jardinagem entre os anos 1980 e 1990 e início desse século, sendo considerada uma “flor brega” por muitas pessoas. Graças às pesquisas com híbridos e o aumento da resistência natural das espécies, o antúrio voltou aos vasos, renques e jardins com o destaque de sempre.

A flor do antúrio, na verdade, é bem pequena, alcançando o tamanho da cabeça de um alfinete. A parte colorida e exótica, que normalmente achamos que é a flor, na verdade é uma inflorescência, ou seja, o conjunto formado pela espádice – espiga onde brotam as minúsculas flores – e espata do antúrio – a bráctea colorida, ou a folha modificada. As verdadeiras flores do antúrio são os pontinhos amarelos que brotam na espiga. Esta peculiaridade é um artifício da natureza: quando as flores são pouco significativas, a natureza produz folhas modificadas ou brácteas coloridas para atrair insetos e outros agentes polinizadores. Isso também ocorre com as flores do bico-de-papagaio (Euphorbia pulcherrima) e da primavera (Bougainvillea spectabilis), por exemplo.

Mas o antúrio não impressiona apenas pela beleza da inflorescência. Suas folhas em formato de coração (codiformes), que variam de tamanho dependendo da espécie, são extremamente exóticas. Em algumas espécies, podem ser até mais atraentes que as inflorescências, bons exemplos disso são o Anthurium crystallium e o Anthurium magnificum que apresentam as nervuras em tons contrastantes, resultando em verdadeiros desenhos nas folhas.  Pertencente à família das Aráceas – que reúne cerca de 600 espécies, todas originárias da América Tropical – o antúrio é uma das espécies mais famosas da família. Suas espatas podem apresentar cores que vão do mais puro branco até o vermelho intenso, incluindo vários tons de rosa, salmão, verde e até marrom.

Veja agora todas as dicas sobre como plantar anturios
Quem deseja plantar antúrios, pode ficar tranqüilo: é uma planta de fácil cultivo, que não dá trabalho e nem requer muitos cuidados. O primeiro passo é escolher um local sombreado para a planta, pois o excesso de sol é prejudicial ao antúrio. Procure deixar a planta à meia-sombra, isto é em locais com boa luminosidade, mas sem que receba os raios solares diretamente. O antúrio se reproduz por estaquia, já que suas flores são hermafroditas que não se fecundam por si só. Por isso, o recomendado é adquirir mudas de antúrio em viveiros de plantas de confiança. Cultivar antúrios requer uma pequena porém necessária liturgia; acompanhe.

Como Plantar Antúrios (Substrato e adubação) – o antúrio pode ser plantado diretamente no solo ou em vasos e floreiras. Recomenda-se uma mistura equilibrada entre solo in natura e terra vegetal de boa qualidade que pode ser encontrada até em supermercados para que as necessidades nutricionais da flor sejam supridas. A adubação orgânica é a melhor escolha, seja esterco curtido ou produto de compostagem, reforçado com produtos como farinha de osso, e o pH deve permanecer na linha da neutralidade. O reforço na adubação deve ser semestral.

A mistura de solo indicada para o plantio é a seguinte:
1 parte de terra comum,
1 parte de terra vegetal
2 partes de composto orgânico

Como Plantar Antúrios (Clima ideal) – o antúrio, como toda boa flor equatorial (ela é oriunda da Colômbia e do Equador), aprecia temperaturas que oscilem entre 20 e 29 graus, com umidade relativa do ar sempre acima de 50 por cento. Não tolera incidência de raios soares diretos e geadas, tampouco gosta de escuridão total; uma iluminação difusa, indireta ou com uma cobertura que permita uma luminosidade ambiente entre 20 e 30 por cento do total.

Como Plantar Antúrios (Plantio) – ao plantar o antúrio no solo, faça um canteiro que deixa flor pelo menos 20 centímetros acima do solo; já em vasos e floreiras, coloque o substrato rico em matéria orgânica cuidadosamente em volta do rizoma sem apertar. Adquira mudas com pelo menos 10 centímetros. Procure usar mudas bem desenvolvidas com cerca de 10 cm de altura. Se for plantar em canteiros, tente colocar as mudas sob a sombra de árvores ou arbustos grandes. Para controlar problemas com fungos nos canteiros, recomenda-se fazer pulverizações periódicas com calda bordalesa.

Como Plantar Antúrios (Cuidados) – a rega deve ser diária, sem encharcamento – quando plantada em vasos, atenção redobrada com a drenagem (há uma pequena explicação de como cuidar disso no texto “Jardinagem Orgânica”). Como o antúrio necessita de climas com alta umidade relativa do ar, mantenha-o sempre umedecido nos invernos secos do Brasil com o auxílio de um pulverizador. A primeira inflorescência rota um ano após o plantio em média, por isso tenha paciência e mantenha a flor sempre nutrida. É recomendado fazer o replantio do antúrio após os três anos de vida, sempre para um local com área maior.

O antúrio é uma flor que possui alta durabilidade tanto plantada quanto como flor de corte. Uma última curiosidade: o que consideramos a flor nada mais é do que o conjunto da espiga, chamada de espádice, com a bráctea (folha modificada) que geralmente tem tons vermelhos. A verdadeira flor encontra-se no espádice e são muito pequenas; elas juntam-se em forma de pequenas espigas.

Profile photo of master
Sobre o Autor

Comentários no Facebook